Brasilia 56 anos (homenagem)Brasília, ao passo de completar 56 anos, é apenas uma criança, exatamente por isso é que temos que sofrer com a birra e a imaturidade, mas também, com a vitalidade e a alegria.

Viver em Brasília, é viver imerso em contrastes; em um extremo, temos a escuridão da politicagem que nos cerca – graças aos políticos caseiros e os de outros estados –, no outro, a claridade, patrocinada pelo céu invejável e pela arte que se destaca, seja na música, no teatro ou em vários outros segmentos.

Felizmente, tento manter no pensamento a cidade que me encanta, claro que não podemos varrer os problemas – crise financeira, trânsito, violência, dentre outros – para debaixo do tapete, mas a ação e o positivismo ajudam a construir uma Brasília – um mundo – melhor.

A cidade que em muitos momentos era tida como fria, está vivendo uma nova fase: a dos encontros quentes e afáveis. As redes sociais serviram para destituir a frieza, temos hoje aconhegantes eventos à céu aberto, que aproximam as pessoas, graças a variados temas como a culinária, o esporte, a música, enfim, graças a interação, pedra fundamental à boa vida social. Quem diria: temos até carnaval!

Não vou esconder que minha paixão em porções master, blaster, hiper, mega e ultra é pelo rock de Brasília, inclusive, lhe convido a ler este artigo, postado ano passado – sobre o aniversário da cidade –, no qual cito motivos para esta admiração. O rock expandiu e hoje somos mais que lembranças de bandas como Legião Urbana, Plebe Rude, Capital Inicial e Raimundos, temos mais uma pá de motivos para acreditar. Grupos como Scalene, ETNO, Dona Cislene, Darshan, Madrenegra, Trampa, enfim, inúmeros exemplos de que podemos acreditar no retorno da merecida visibilidade musical Brasil afora. Desculpe se soa pedante afirmar que “Brasília é a capital do rock”, mas é a verdade! :)

Voltando ao parágrafo inicial, percebemos que a maturidade é inevitável, a menina está crescendo, o que levará Brasília a um novo patamar, proliferando conceitos e anseios para que a cidade fique cada vez melhor, em todos os sentidos.

Brasília, obrigado minha querida!

#beijosmeliga

Aproveito para lhe convidar a curtir nossa fanpage, aqui. Valeu!


Programação da festa de aniversário da cidade na Torre de TV

21.abril

17h as 17h40 – Taryn Quarteto
18h as 18h40 – Scalene
19h as 20h – Banda 13.7 (Chico Chico)
20h20 as 21h30 – Plebe Rude
21h50 as 23h – Nação Zumbi

22.abril

18h as 19h – Pedro Martins
19h20 as 20h – Zé Mulato & Cassiano
20h20 as 21h – Renato Mattos
21h20 as 22h – Dillo D´Araújo
22h20 as 00h – Móveis Coloniais de Acaju

Post original da festa, aqui.


 

Outros textos sobre aniversários de Brasília: 48, 52, 54 e 55.

Post de Cristiano Porfirio

Cristiano Porfirio Já publicou 1302 posts nesse site.