Quando Celso Blues Boy decretou em “Aumenta Que Isso Aí É Rock And Roll”, canção clássica dos anos 80, provavelmente estava se referindo a apresentações como a da banda britânica The Cult, realizada em 23 de setembro, no palco do Net Live Brasília.

A banda condensou três décadas de carreira em uma apresentação com 15 canções e duração aproximada de 1h30. Dos dez álbuns lançados, cinco foram prestigiados: Love (1985), Electric (1987), Sonic Temple (1989), Beyond Good and Evil (2001) e Hidden City (2016). Os fãs sentiram a falta de canções de três discos: Dreamtime (1984), Ceremony (1991) e The Cult (1994), mas nada que gerasse um sentimento de desabono em relação à apresentação.

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-8

O show teve início com “Wild Flower”, a partir desta, a plateia havia criado uma simbiose com a banda e até a última música “Love Removal Machine”, cantaria em uníssono, apoiando Ian Astbury (vocal), Billy Duffy (guitarra), Grant Fitzpatrick (baixo), Damon Fox (teclados e guitarra base) e John Tempesta (bateria).

A voz maravilhosa de Ian Astbury é um ponto a se destacar. Cinquentão, precisamente com 55 anos, Astbury mostra que tem se cuidado e possui uma longevidade invejável para muitos roqueiros com idade similar à dele.

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-14

O técnico de som do The Cult ajudou a derrubar um mito: a de que a acústica do Net Live Brasília é ruim. É preciso parabenizar profissionais que fazem o que outros não conseguem. Ouvia-se um som potente e com qualidade, fiquei até ‘meio’ surdo no final do show, mas era aquela surdez da felicidade, afinal, aumenta que isso aí é rock n’ roll!

Com exceção da execução do big hit “She Sells Sanctuary”, via-se poucos celulares apontados para o palco, sinceramente, não sei se foi um surto de educação, ou reflexo da bronca de Astbury dirigida ao público durante o show em São Paulo, realizado dois dias antes de Brasília. O vocalista se irritou com a quantidade de dispositivos ativos na plateia e soltou o verbo.

É isso aí, no meu entender tem que pagar “sapo” mesmo, pois este é um comportamento lamentável.

Enfim, este dia 23/9 estará para sempre na memória dos 2.000 roqueiros que compareceram ao Net Live Brasília, para conferir um espetáculo coeso e muito organizado. Parabéns aos envolvidos.

Obrigado à Kátia Turra da Tátika Comunicação e Produção por colaborar com a cobertura.

Confira abaixo repertório e galeria de fotos.

Setlist:

Wild Flower
Rain
Dark Energy
Peace Dog
Lil’ Devil
Nirvana
Birds of Paradise
Deeply Ordered Chaos
Phoenix
Rise
Sweet Soul Sister
She Sells Sanctuary
Fire Woman

BIS:
King Contrary Man
Love Removal Machine

Fotos por Raphael Rangel

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-12

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-2

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-3

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-4

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-5

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-6

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-7

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-9

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-10

The Cult_23  de Setembro_The Cult -  _Raphael Rangel-11

Show The Cult por Raphael Rangel

Show The Cult por Raphael Rangel

 

Post de Cristiano Porfirio

Cristiano Porfirio Já publicou 1292 posts nesse site.