Assustador, angustiante e perturbador, a produção “Hereditário” tem uma porção de soco no estômago específica para o estado de fruição de cada espectador.

Direção quase perfeita, atmosfera imersiva (trilha sonora, fotografia e direção de arte) e uma Toni Collette com uma interpretação sensacional.

Não é um filme de terror para todos os gostos, “Hereditário” viaja na vibe de produções como “A Bruxa”, “Ao Cair da Noite”, “Corra!”, “Babadook”, “Corrente do Mal” e “Um Lugar Silencioso”. Se assim como eu, você curte essa vertente do horror, vá ao cinema e se delicie, ou melhor, se assuste!

Nota 8.0! #ResenhaLigeira

 TRAILER

Post de Cristiano Porfirio

Cristiano Porfirio Já publicou 1358 posts nesse site.