Alguns vão perguntar porque não fizemos um artigo sobre as 10 maiores cantoras ou as 10 maiores instrumentistas do rock nacional. Mas  resolvemos falar sobre as 10 mais bonitas porque ninguém fez isso ainda (ou ninguém teve coragem ?), porque no rock beleza não é sinônimo de qualidade, então é lógico que ficaram fora da lista Fernanda Takai, Cássia Eller, Celly Campello, entre outras que não lembramos agora mas que não usaram da sensualidade como ferramenta em suas carreiras musicais. Se bem que sensualidade é algo muito relativo.

MusasRitaLee

Rita Lee Jones Carvalho mais conhecida como Rita Lee é a cantora brasileira que mais vendeu na história da música do país. Conhecida como “Rainha do Rock Brasileiro” é uma das artistas que mais influenciou os músicos do Brasil que vieram a usar guitarra a partir de meados dos anos 70, sobretudo as mulheres.Ex-integrante d’Os Mutantes (1968-1972) e do Tutti Frutti (1973-1978), participou de importantes revoluções no mundo da música e da sociedade em geral. Suas canções, em geral regadas com uma ironia ácida ou com uma reivindicação da independência feminina, destacando os sucessos “Ovelha Negra”, “Mania de Você”, “Lança Perfume”, “Esse Tal de Roque Enrow”, “Agora Só Falta Você”, “Baila Comigo”, “Banho de Espuma”, “Desculpe o Auê”, “Erva Venenosa”, “Amor e Sexo”, “Reza”, as mais famosas, além de ter lançado um álbum comumente visto como fundamental na história do rock brasileiro, Fruto Proibido (1975), considerado por alguns como sua obra-prima.

 

MusasBaby

Baby do Brasil iniciou sua carreira como cantora do grupo Novos Baianos. Em 1969, fugiu de casa para Salvador, Bahia, onde conheceu os músicos Moraes Moreira, Galvão e Paulinho Boca de Cantor, assim como o guitarrista e futuro marido Pepeu Gomes. Estava formado o grupo Os Novos Baianos, que, no ano seguinte, lança seu primeiro disco, É Ferro na Boneca, pela gravadora RGE Fermata. O trabalho coloca a banda na mídia nacional. Pouco tempo depois, a banda se muda para um sítio em Jacarepaguá, bairro do Rio de Janeiro, laboratório para criação daquele que viria a ser o LP de maior sucesso da banda, Acabou Chorare, eleito pela revista Rolling Stone Brasil como “o maior álbum de música brasileira de todos os tempos”. Baby e Pepeu permaneceram no grupo até 1978, quando foi decidido que cada um iniciaria sua carreira solo. O primeiro álbum solo de Baby, O Que Vier Eu Traço, atinge grande sucesso de mídia e de vendagem pela gravadora Warner Music. Seu primeiro grande sucesso solo foi a canção Menino do Rio, de Caetano Veloso, composta exclusivamente para Baby e tema da novela Água Viva da Rede Globo.

 

MusasPaulaTollerPaula aos dezessete anos entrou para os cursos de Desenho Industrial e Comunicação Visual e também iniciou estudos de francês. No quarto de seu irmão, ouviu pela primeira vez James Brown e Tim Maia. Os primeiros discos que comprou eram de trilha de telenovela (em que havia Stevie Wonder, Marcos Valle, Paulo Sérgio Valle, Jackson Five.) Depois disso, Janis Joplin e Rita Lee na veia. Nas festinhas (se chamavam “Arrastas”) rolava Slade, Led Zeppelin, Pink Floyd, Billy Paul, Michael Jackson e Stylistics (as lentas). Já na faculdade, tornou-se viciada em rádio.

Sua carreira musical começou como vocalista do então chamado Kid Abelha e os Abóboras Selvagens, banda na qual está até hoje, apesar da carreira solo. Em 1982 já cantava e compunha no Kid Abelha, abandonando a universidade em 1984, às vésperas de se formar.
O primeiro compacto da banda, Pintura íntima, foi lançado em 1983. No começo, a crítica chegou a pensar que o Kid Abelha não passava de mais uma dessas bandas que não teriam mais do que três sucessos nas rádios. Mas o tempo provou a qualidade e o sucesso do Kid Abelha, que depois de 27 anos, ainda lota shows e vende discos.

 


MusasSyangSyang começou a aprender a tocar piano aos oito anos. Três anos depois, ganhou o seu primeiro violão, e então decidiu ser guitarrista. Aos treze, formou a banda Autópsia, formada apenas com garotas, que começou a tocar na garagem de sua casa em Brasília. Integrou ainda o Detrito Federal, a P.U.S. (lançando quatro álbuns) e o grupo Defalla em sua fase ‘glamrock’, por volta de 2003.
Obteve pequeno êxito em sua carreira solo, com a música “Olha Pra Mim”. O clipe foi relativamente bem executado na MTV Brasil. Em 2002 lançou o livro No Cio de contos eróticos, onde conta experiências sexuais suas e de amigos. Foi capa da revista Playboy de novembro de 2002 e da Sexy de maio de 2004.

 

MusasFernandaAbreu

Iniciou a carreira como vocal de apoio na banda Blitz, com Evandro Mesquita, posteriormente, seguiu carreira solo, influenciada pelo samba, Sambalanço, Disco music, Rap, Funk e Funk carioca – estilo musical que ajudou a popularizar – e abandonando o pop rock da Blitz. Sua canção mais famosa é “Rio 40 Graus”, de autoria de Fausto Fawcett.
Filha de pai português e de mãe carioca, Fernanda lançou-se em carreira solo em 1990 com o álbum Sla Radical Dance Disco Club, produzido por Herbert Vianna e Fabio Fonseca. Em 2006, Fernanda gravou o cd MTV ao Vivo dando nova roupagem aos seus sucessos solo e fazendo uma releitura de A Dois Passos do Paraíso, sucesso de 1983 de sua ex-banda, Blitz.

 

MusasBiancaBianca Jhordão vocalista e guitarrista da banda Leela,  nasceu em 04 de agosto de 1977 no Rio de Janeiro.Em 1990, integrou importante banda do cenário independente carioca na época, a banda Polux. Bianca Jhordão não é apenas uma cantora, ela tem vários dons, como tocar maracas, teclados, bateria, baixo, violão, theremin e também foi apresentadora do programa Nickers, transmitido pela rede Nickelodeon. Atualmente, Bianca, apresenta o “Combo Fala + Joga” da PlayTv e outros quadros do canal e também é integrante da banda eletro/rock Brollies & Apples

 

MusasPitty
Priscilla Novaes Leone, mais conhecida pelo nome artístico Pitty nasceu em Salvador mas passou toda a sua infância em Porto Seguro. Seu pai, músico e dono de bar, tocava bastante as canções de Raul Seixas e de outros tantos roqueiros dos anos 60 e 70, como Beatles, Elvis Presley e Lou Reed. 
Na fase adulta cresceu em meio ao cenário de bandas baianas independentes, com as quais participou de rodas de shows em um bar de Salvador. Um dia, entrou na roda cantando “Smells Like Teen Spirit” da banda Nirvana e desde então, decidiu investir na área musical.

Já passou por duas bandas antigas, Inkoma e Shes, e em 2003, com nova banda (Pitty), a cantora adotou definitivamente seu nome artístico. Vendeu mais de quinze milhões de cópias na carreira, sendo uma das bandas de rock que mais venderam nos anos 2000. Pitty, foi eleita a cantora de rock mais sexy e bonita da América Latina e no Brasil, e, ainda a 35º vocalista de rock mais sexy do mundo em 2010.

 

MusasMeghStockyang A vida dessa garota do interior de São Paulo sempre foi rodeada de música. Quando criança, seu pai sempre tocava violão, e ela adora imitar as performances da Madonna em casa. Mais tarde, Megh foi convidada por um amigo para tocar MPB na noite, quando percebeu que era aquilo que queria para a vida dela.
Ao chamar a cantora para ouvir uma demo com gravações dos anos 80, Luciano Dragão, amigo de longa data de Megh, resolveu montar junto com ela uma banda, que foi batizada com o nome de Roda Gigante, e que depois passou a se chamar Boneca Inflável.
A banda então começou a se apresentar em grandes festivais, como o MADA (Natal) e o GO Music (Goiânia). Mas a notoriedade veio mesmo, após a banda mudar o nome para Luxúria. Já em setembro de 2008, a banda resolveu adotar o nome da vocalista Megh Stock, e também com uma nova sonoridade ligada ao blues e jazz.

 

MusasSammliz

Nascida e criada em Belém, começou a sentir o poder da música na voz da sua mãe antes de dormir, tomando seu lugar logo em seguida para ninar os sonhos do próprio irmão caçula com seu canto. Conheceu o rock na adolescência e nunca mais conseguiu se desvencilhar da atitude, do conceito e da pegada enérgica do gênero que a arrebatou e a moveu rumo ao que faz hoje – nos termos dela, uma música “visceral, pauleira, metal”. Hoje, a cantora, compositora e radialista soma CDs idolatrados pelo seu público e respeitados pela crítica, com visibilidade dentro e fora do Pará, graças a banda Madame Saatan.
(fonte: http://www.lealmoreira.com.br)