CAPITAL_DVD_NYC_FOTO_RAFAELKENT_20150606_0196 (2)Nesta sexta-feira (29), o Capital Inicial, apresentará em Brasília a elogiada turnê baseada no CD/DVD “Acústico NYC – Ao Vivo” (2015), sucessor do “Acústico MTV” (2000), álbum que vendeu mais de um milhão de cópias.

O “Acústico NYC – Ao Vivo”, representa uma virada na carreira do Capital Inicial, que se tornou uma das maiores bandas do país. O repertório estranho para fãs antigos, apresenta novos hits, que se andam lado a lado com as faixas clássicas.

Buscar reescrever a própria história, foi um ato de coragem, claro que o grupo errou em alguns momentos, mas nos últimos discos “Das Kapital” (2010) e “Saturno” (2012), o Capital Inicial tem demonstrado que está no caminho certo, e esta evolução, é o que poderá ser conferido ao vivo no palco do NET Live.

Neste link, você saberá mais sobre a gravação em Nova Iorque, narrada por uma pessoa que esteve lá, nossa querida amiga Joyce Moraes.

Setlist base da turnê:
Ressurreição
A Mina
Mais
Depois da Meia Noite
Como Devia Estar
Raio no Céu
Respirar Você
O Lado Escuro da Lua
Coração Vazio
Algum Dia
Melhor do Que Ontem
Como Se Sente
Vai e Vem
A Sua Maneira
Belos e malditos
Vamos Comemorar
O Cristo Redentor
Não Olhe Pra Trás
Tempo Perdido (Legião Urbana cover)
Eu Nunca Disse Adeus
Me Encontra (Charlie Brown Jr. cover)
Quatro Vezes Você
BIS:
Natasha
Independência
Veraneio Vascaína
Fátima
Primeiros Erros (Kiko Zambianchi cover)
Que País é Esse? (Legião Urbana cover)
Fogo
Só os Loucos Sabem (Charlie Brown Jr. cover)

Serviço do Show:
NET Live Brasília com Capital Inicial e Rotação Inversa
Quando: Sexta-feira, 29 de abril de 2016, às 22h
Onde: NET Live Brasília (SHTN, Trecho 2, Conjunto 5, Lote A – Asa Norte, Brasília – DF)
Abertura dos portões: 20h
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 16 anos.
Serviços: serviços de transfer no estacionamento da Villa Mix (estacionamento pago).

VALORES DOS INGRESSOS (LOTE 1)

Pista:
R$60,00 (meia/unissex)
R$120,00 (inteira/unissex)

Frente palco
R$ 90 (meia/unissex)
R$ 180 (inteira/unissex)

Camarote Vip fã
R$ 220 (meia/unissex)
R$ 440 (inteira/unissex)

Capital setores

PONTOS DE VENDA

  • Bilheteria Digital: Pátio Brasil (Piso 3), Liberty Mall, e Alameda Shopping.
  • Lojas Setemares: Conjunto Nacional, Taguatinga Shopping, Alameda Shopping, Sobradinho Shopping, Taguatinga Centro, JK Shopping e Conic
  • Casa do Cowboy: Taguatinga
  • Bilheteria do NET Live Brasília (somente no dia do show): SHTN, Trecho 2, Conjunto 5, Lote A – Asa Norte, Brasília – DF 

VENDAS ON-LINE E CALL CENTER*

www.bilheteriadigital.com  | 3342-2232

* sujeitos à taxa de conveniência e de entrega.

OBSERVAÇÃO: Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário: no ato da compra e entrada do evento (para compras na bilheteria oficial e pontos de venda físicos) / na entrada do evento (para compras via internet).

Promoção de 50% sobre o valor da inteira:

  • Clientes NET: necessário apresentar última fatura do mês vigente ou anterior;
  • Clientes Claro: necessário apresentar última fatura do mês vigente ou anterior ou cartão Claro Clube;
  • Clientes Bancorbrás: necessário a apresentação do RG com um dos seguintes documentos: cartão Clube Bancorbrás ou último boleto/fatura da Bancorbrás Consórcio ou cupom de desconto, que deve ser retirado no SCS, Q. 4, Bl. “A”, Ed. Israel Pinheiro, 4º andar;
  • Alunos da Academia Bodytech: necessário a apresentação da mensalidade ou fatura paga do mês vigente ou anterior.

Observação: Ingressos promocionais destinados aos clientes NET, Claro, Bancorbrás e alunos da Academia Bodytech que efetuarem compra serão vendidos com 50% de desconto, sobre o valor da inteira, não sendo cumulativo o desconto, com a quantidade máxima estipulada de 10% da capacidade da casa por setor. Desconto limitado a 04 ingressos por titular.

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro; cartões de crédito e débito MasterCard e Visa em até 12x.

Mais informações: 3306-2030

Abaixo release oficial com outras informações, via assessoria de imprensa:

Capital Inicial apresenta show em homenagem ao Rock Nacional

Apresentação faz parte da turnê “Acústico em Nova York” no próximo dia 29 no NET Live Brasília e tem show de abertura da Banda Rotação Inversa. Ingressos estão à venda

Com show em homenagem ao rock nacional, a banda Capital Inicial é a atração do NET Live Brasília no próximo dia 29 de abril, às 22h. O grupo faz show da turnê “Acústico em Nova York” e apresenta repertório que passa desde os clássicos até os sucessos atuais. A noite conta também com show de abertura da banda Rotação Inversa, já conhecida por abrir shows de grandes nomes do rock. O show conta com o patrocínio da NET O Mundo é dos Nets, Claro, Bancorbrás Cultural e com apoio da Academia Bodytech.

Os ingressos custam R$ 60 pista, R$ 90 Frente palco e R$ 220 Camarote Vip fã e estão disponíveis na Bilheteria Digital (Pátio Brasil, Liberty Mall e Alameda Shopping), lojas Setemares (Conjunto Nacional, Taguatinga Shopping, Alameda Shopping, Sobradinho Shopping, Taguatinga Centro, JK Shopping e Conic), Casa do Cowboy (Taguatinga) e GTR – Instituto de Música (708/709 Norte e 111 Sul). Os valores dos ingressos correspondem a meia entrada e são unissex. No dia do show, as entradas estarão a venda na bilheteria do NET Live Brasília.

A banda faz show da turnê “Acústico em Nova York”, e presta uma homenagem aos ídolos do rock nacional, entre eles, o grupo Legião Urbana na canção “Tempo perdido”. A música, gravada por Dinho em parceria com Lenine, é uma das apostas para levantar o público durante o show.  Dinho também  é um defensor da tendência que o estilo apresenta desde os anos 80, com músicas que abordam o contexto político pelo qual o país vem passando, fato que se confirma em grande parte das letras do grupo. “Acho que a música pode e deve ajudar a levantar as questões e discussões sociais de um país. Hoje o momento é de grande confusão e incerteza”, afirma o cantor, que ressalta ainda a importância das redes sociais na construção de um novo país. “A reconstrução pode ser, através da música, ou do que é dito em nossos shows por intermédio das redes sociais”. A novidade fica por conta das canções “Ressurreição”  “O Cristo Redentor”, além de faixas inéditas como “Vai e Vem”“A Mina” e “Doce e Amargo”, parte das 19 faixas do álbum  “Acústico em Nova York”.

No repertório, é claro, também não poderão faltar os clássicos já conhecidos pelo público, como “Quatro Vezes VocꔓEu Nunca Disse Adeus”“Vamos Comemorar”“Olhos Vermelhos”“O Lado Escuro da Lua”. Dinho comemora o show da banda na capitalfederal que, segundo ele, acontecerá num momento único. “É a nossa cidade, onde tudo começou. É uma emoção muito grande tocar em Brasília. É sempre muito especial. A plateia é única”, explica.

Quem também se apresenta é a Banda Rotação Inversa. Idealizada pelo líder Beto Wright, e composta também por Filippe Dias (guitarra), Felipe Gardenal (baixo) e Bruno Esteves (bateria), o grupo já está rodando o país desde 2015, com show de lançamento de seu primeiro CD “Nem Tudo é Normal”, que conta com 11 faixas autorias.

Os shows da banda são marcados por letras que abordam desde temáticas sociais, como em ‘Caravançarais’, até mais existencialistas e cotidianas, como  ‘Amor’‘Sem Culpa’ e a música de trabalho ‘Um Sol Pra Dois’. Releituras de algumas das principais influências, entre elas ‘Travessa do Eixão’ (Legião Urbana), que é uma homenagem a Brasília, berço de algumas das principais bandas do rock nacional, “Não Pare Na Pista” (Raul Seixas), ‘Pro Dia Nascer Feliz’ (Cazuza), ‘O Sol’ (Tianastácia), que foi eternizada pela banda Jota Quest, também estão no repertório.

Sobre Acústico em Nova York

Há exatos 15 anos, uma banda de Brasília se reinventava da forma mais improvável e despretensiosa possível. O propulsor dessa segunda vinda foi um Acústico MTV, registrado sem exageros de produção, mas com um resultado comercial acima de qualquer expectativa: mais de dois milhões de CDs comercializados (no auge da pirataria). Ali, o Capital Inicial dos anos 80 virou o Capital Inicial do novo milênio, inclusive abandonando alguns hits dos primórdios pelo caminho. Já com um novo titular na guitarra, Yves Passarell, e com a parceria entre Dinho Ouro Preto e o compositor Alvin L mais afinada, o grupo registrou cinco álbum de inéditas, um EP também de material fresco e um projeto resgatando a obra do seminal Aborto Elétrico.

E é uma espécie de revisão desse segundo e glorioso momento do Capital que o fã encontrará em Acústico NYC. Trata-se de um produto necessário. Se milhares de pessoas se apaixonaram pela banda a partir daquele registro para a MTV, por que não mostrar como os hits dos últimos 15 anos soam no mesmo formato desplugado? Mas Acústico NYC não é apenas isso, já que vai além dos hits obrigatórios. Ele recupera canções de álbuns recentes que não foram trabalhadas como singles, mas mereciam uma nova chance, casos da emblemática “Ressurreição” e de “O Cristo Redentor”, além de introduzir três inéditas: “Vai e Vem”, “A Mina” e “Doce e Amargo”. Ao todo, são 19 faixas no CD e 23 no DVD, cuja direção é assinada por Raoni Carneiro.

A outra homenagem do Acústico NYC é ao “rock nacional”. Pelo menos foi assim que o convidado Lenine trouxe a ideia. Além de protagonizar um dueto com Dinho em “Não Olhe Pra Trás”, o pernambucano botou pilha para um segundo número prestando tributo às bandas brasileiras, “quem sabe cantando uma da Legião Urbana…” Mal sabia ele que Dinho já tinha tentado emplacar uma da Legião nos ensaios para o projeto, realizados em sua casa. E, assim, a sugestão de Lenine virou “Tempo Perdido”, um dos maiores clássicos de Renato, Dado, Bonfá e Negrete.

E também tem o arsenal de hits. “Quatro Vezes Você”, “Eu Nunca Disse Adeus”, “Vamos Comemorar”, “Olhos Vermelhos”, “O Lado Escuro da Lua”, “Como Devia Estar”, “Depois da Meia Noite”, “Como se Sente” (com boas contribuições do tecladista Robledo Silva e do percussionista Marivaldo), “Mais” (que Liminha conduziu para uma pegada mais “Honky Tonk Woman”).

Agora é reencontrar os fãs na turnê. Os cenários de Zé Carratu vistos no Terminal 5 estão garantidos nos maiores shows pelo Brasil, assim como a iluminação de Césio Lima. E os sucessos do Acústico MTV, que apesar de ter vendido milhões não está mais em catálogo nem disponível nos sites de streaming, obviamente enriquecerão o repertório ao vivo. Não é o caso de se falar em fechamento de mais um ciclo ou início de outro. Mas nunca devemos duvidar da capacidade do Capital em inventar novas histórias.

Post de Cristiano Porfirio

Cristiano Porfirio Já publicou 1303 posts nesse site.