Não é pelos R$ 0,20, é para que as pessoas percebam que elas não podem ser incoerentes. Ao confrontar um conglomerado midiático, tem que perceber que a alienação nãose dá apenas por notícias de telejornal ou por cena bonita de novela, a música está adjacente, e a música alienante que lhe oferecem te põe pra baixo por bem menos que você mereça.

Não é pelos R$ 0,20, é para que as pessoas deem valor à música e a cultura. Compreenda que não há sequer uma canção que permeie o processo das atuais manifestações. Nos protestos de décadas atrás os hinos eram entoados por composições de Geraldo Vandré, Chico Buarque, Caetano Veloso, Plebe Rude, Legião Urbana, Titãs e outros artistas. Na manifestação atual, quem quer ser eleito pelo hino desta geração é o Latino. Incrível né? #SQN

Não é pelos R$ 0,20 e nem para que você deixe de dançar ao som da Ivete e do Teló, dentre outros. Mas sim pelos multiplicadores dos R$ 0,40 convertidos em moedas culturais que você deixa de débito no seu cérebro, principalmente ao não dar ibope a artistas que podem contribuir para a sua cultura. Por favor, perceba, não queremos guerra contra os outros estilos musicais, só queremos que você valorize um número ímpar de artistas que podem lhe trazer algum conteúdo e não apenas te por para dançar.

Não é pelos R$ 0,20 e sim para que você seja estimulado pelo conhecimento e pela vontade de saber mais, de conhecer mais, de ouvir mais e testemunhar que na vida, a cultura e a “boa” música podem ser um prazer mais relevante que o simples prazer de um “lek lek lek” ou a promessa de “um ai se eu te pego” possa lhe oferecer.

A lista de bons artistas que podem contribuir para a cultura de um novo Brasil é extensa e tão gigante quanto o clamor que o acordou. Faça valer a pena! Combata a mídia, mas também combata o que ela produz, não esqueça: se não é cultural, é alienação!

Post de Cristiano Porfirio

Cristiano Porfirio Já publicou 1349 posts nesse site.